ECOGRAFIA TIROIDEA

ECOGRAFIA TIROIDEA

A Ecografia Abdominal é um dos serviços que o consultório CIMED proporciona aos seus pacientes.

O que é ecografia tiroideia?

A ecografia tiroideia é um exame que permite avaliar a tiróide. A tiróide é uma glândula que faz parte do sistema endócrino, que tem como função a produção de hormonas, indispensáveis à regulação do nosso organismo. Está localizada no pescoço, anteriormente à traqueia e à região da “garganta”. Uma tiróide normal mede cerca de 4 a 7cm de maior eixo e <2 cm de maior espessura. Mas os seus valores variam consideravelmente de pessoa para pessoa. A ecografia ou ultrassonografia permite-nos avaliar as estruturas anatómicas do nosso organismo (neste caso a tiróide), utilizando para isso ultrassons. Nesta técnica é usado um aparelho, chamado ecógrafo que gera os ultrassons. A palavra ecografia é, geralmente, abreviada para ECO na linguagem médica. Neste caso, abreviada para Eco tiroideia ou Eco da tiróide. Este tipo de exame auxilia o médico no diagnóstico de múltiplas patologias (doenças), bem como na avaliação da resposta ao tratamento.

Como é feita a ecografia?

A ecografia é um exame seguro e que não utiliza radiação ionizante. O médico faz a colocação de uma sonda sobre a área do órgão ou estrutura que se deseja avaliar, neste caso a tiróide. Para que as imagens sejam produzidas corretamente é colocado um gel incolor entre a pele e a sonda.
Imagem de Eco da tiróide

A sonda permite captar as imagens e enviá-las para um monitor em tempo real para visualização por parte do médico. Como as imagens estão num formato digital, podem posteriormente ser arquivadas (normalmente em sistemas PACS) e distribuídas de forma local ou remota. Veja imagens de Eco da tiróide.

Enquanto o exame é realizado o médico radiologista observa as imagens, interpreta-as, recolhendo as imagens mais relevantes e no final produz um relatório.

Assim que o relatório final é validado, os resultados do exame são conhecidos e disponibilizados (imagens e relatório) em formato digital e/ou papel.

Se as estruturas examinadas não exibirem modificações significativas ou suspeitas, o estudo ecográfico é considerado normal. Se existirem alterações, o médico relata as alterações observadas que devem ser relacionadas com a história clínica. Em alguns casos, o médico pode necessitar de realizar exames adicionais. Em algumas situações pode ser necessário realizar procedimentos mais invasivos, como veremos de seguida.

Matérias que serão abordadas nas próximas edições:

  • Ecografia renal
  • Ecografia vesical
  • Ecografia torácica
  • Ecografia da pelve
  • Ecografia do ombro
  • Ecografia prostática
  • Ecografia mamária

Partilhar:

Artigos relacionados

ENVIE-NOS UMA MENSAGEM