ECOGRAFIA PÉLVICA

ECOGRAFIA PÉLVICA

A Ecografia pélvica é um dos serviços que o consultório CIMED proporciona aos seus pacientes.

O que é ecografia pélvica?

A ecografia pélvica é um exame que permite avaliar a região do abdómen inferior (pélvis).

A ecografia ou ultrassonografia permite avaliar através dos ultrassons as estruturas anatómicas do organismo. O ecógrafo é o equipamento (ou aparelho) que permite a sua execução.

Na linguagem médica corrente, o termo ecografia é geralmente abreviado para ECO, no caso da pelve, o exame é abreviado para ECO pélvica.
 
 

Que órgãos visualizamos?

A avaliação na ecografia pélvica masculina (no homem) permite visualizar a bexiga, a próstata e as vesículas seminais. Pode ser realizada por via supra púbica, e neste caso a sonda é colocada na região cutânea externa, sobre a região anatómica da bexiga (abdómen inferior ou “ao fundo da barriga”), utilizando uma sonda convexa, que é o mesmo tipo de sonda utilizada para a avaliação abdominal superior. É também possível avaliar estes mesmos órgãos por via endocavitária, através de uma avaliação endorectal (prostática transrectal), neste caso é usada uma sonda endocavitária, que é introduzida no ânus.

Nas mulheres, a ecografia pélvica feminina permite avaliar a bexiga e os órgãos ginecológicos, como o útero e os ovários. Também pode ser realizada por via supra púbica (a sonda é colocada na região cutânea externa, tal como nos homens) ou por via endocavitária, neste caso por via transvaginal (a sonda é introduzida pela vagina), para uma melhor avaliação dos órgãos ginecológicos (ecografia ginecológica por via transvaginal). Este exame permite também detectar gravidez, em fases mais avançadas por via supra-púbica, e nas fases mais precoces por via endovaginal. Para a avaliação do feto é realizada ecografia obstétrica, que é um tipo específico de avaliação pélvica, que pode ter várias modalidades, incluindo avaliação 2D, 3D e 4D. A ecografia obstétrica mostra a evolução do embrião ou feto nas diferentes fases de gestação.
 
 

Indicações da ECO pélvica?

A ecografia pélvica serve para auxiliar o médico no diagnóstico de várias doenças, nomeadamente as relacionadas com os órgãos desta região.

A ECO pélvica está indicada para avaliar alterações da bexiga em ambos os sexos, como tumores ou litíase (pedra). Quando se pretende avaliar apenas a bexiga também é possível solicitar exame dirigido (ecografia vesical por via supra púbica).

Nos homens, permite avaliar alterações da próstata, como aumento do tamanho (hipertrofia benigna da próstata) ou das vesículas seminais. Também pode detetar cancro da próstata, nestes casos a ecografia transrectal é a mais indicada, permitindo uma avaliação mais detalhada da próstata e, se indicado, a realização de biópsia.

Na mulher, este exame permite detetar tumores ginecológicos (útero e ovários) benignos ou malignos (cancro). Permite detetar gravidez e fazer o seu seguimento, entre outras alterações ginecológicas.
 
 

Quem pode realizar o exame?

Vulgarmente, a ecografia pélvica por via supra-púbica pode ser realizado em qualquer idade (bebés, crianças e adultos), e por ambos os sexos.

A ecografia pélvica infantil por via supra púbica, apresenta a mesma indicação do que nos adultos, ou seja, está indicado na avaliação dos mesmos órgãos, não necessitando de proteção específica, uma vez que a ecografia não utiliza radiação. Não é um exame invasivo, como tal não causa dor durante a sua realização. Contudo, a avaliação por via endocavitária (transrectal ou transvaginal) pode causar algum desconforto e apenas está indicada nos homens adultos e nas mulheres após o início da vida sexual.

A ecografia pode ser realizada durante a gravidez, ao contrário de outros exames que usam radiação ionizante, como por exemplo a tomografia computorizada (TC ou TAC).
 
 
Matérias que serão abordadas nas próximas edições:

  • Ecografia do ombro
  • Ecografia prostática
  • Ecografia mamária

Partilhar:

Artigos relacionados

ENVIE-NOS UMA MENSAGEM